O fundador do Tata Group[1] acreditava que, na livre iniciativa, a comunidade não é meramente um stakeholder dos negócios, mas o propósito de sua existência, ou seja, uma empresa precisa ter um propósito, um objetivo social e afastar os riscos de quebrar a resiliência dos ecossistemas para que os seres humanos continuem a fazer parte da biosfera (SUKHDEV, 2013).

A legitimidade de uma empresa depende de sua capacidade de melhorar a qualidade de vida das pessoas (LAVILLE, 2009). Trabalhar apenas em busca de lucratividade é uma a armadilha que precisa ser desarmada: o capitalismo tem que adquirir outra consciência e parar de gerar riquezas apenas para poucas pessoas e passar a criar riqueza e bem-estar para todos os stakeholders, em todas as dimensões da sustentabilidade – econômica, social e ambiental (MACKEY e SISODIA, 2013).

“Capitalismo consciente é um paradigma em desenvolvimento para os negócios, que simultaneamente cria vários tipos de valor e bem-estar para todas as partes interessadas: financeiro, intelectual, físico, ecológico, social, cultural, emocional, ético e até espiritual.” (MACKEY e SISODIA, 2013, p. 35).

Nenhum empreendimento terá sucesso sem possuir alguma real utilidade, seja de forma racional ou emocional, para o bem-estar das pessoas. Por princípio, o fator motivador para a formação de uma empresa sempre é social. São as pessoas que dão o aval para que as empresas prosperem ou não.

As empresas precisam assumir seu protagonismo no desenvolvimento sustentável e fazer o que sabem de melhor: multiplicar o capital, acrescentando na lista do capital financeiro e manufaturado o capital humano, o social, o ambiental e qualquer outro recurso que possa promover o bem-estar para toda a sociedade.

Empresas com propósitos terão vida longa, tornando longa a vida de todo o planeta.

TANTERIOR                                                  TPROXIMO


  • [1] O Grupo Tata é um conglomerado industrial indiano fundado no século XIX por Jamsetji Tata. Trabalha nos setores de aço, chá, relógios de pulso, eletrônicos, automóveis, hotelaria, medicamentos, tecidos, software. Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Grupo_Tata. Acesso em 25/10/2016.